Home Perfil Consultorio Fototerapia Links
Home
Perfil
Consultorio
Fototerapia
Links
Informativos
Fotos

PRINCÍPIOS ATIVOS PRESENTES EM ALGUNS COSMÉTICOS.


Hidroxi-ácidos.

Os hidroxi-ácidos (ácido lático, ácido glicólico, ácido cítrico, ácido pirúvico, ácido glucorônico) são ingredientes de alguns cosméticos e encontrados numa variedade de produtos naturais como a cana de açúcar e algumas frutas. Os alfa-hidroxiácidos diminuem a adesão dos corneócitos do extrato córneo, estimulam a proliferação celular epidérmica e diminuem espessura da pele tornado-a mais flexível. Os alfa hidroxi-ácidos podem estimular os glicosaminoglicans e promover a síntese de colágeno. Os usuários referem melhora da textura da pele, diminuição das pequenas rugas e uniformização da pigmentação. Além de indicados para tratamento de acne (ácido salicílico, ácido glicólico), são utilizados para prevenção do envelhecimento cutâneo, das lesões pigmentadas da pele (ácido glicólico) e da xerose de pele (ácido lático). O PH das formulações com alfa hidroxi-ácidos são importantes na determinação da sua eficácia. O PH baixo e concentrações altas de hidroxi-ácidos melhoram a penetração destes ingredientes.

 

Anti-oxidantes.

Os anti-oxidantes como as vitaminas C, E seus derivados são adicionados a cosméticos com o propósito de eliminar os radicais livres formados na pele pela radiação ultravioleta. Estes radicais livres são considerados responsáveis pele envelhecimento.

 

Agentes clareados da pele.

         Hidroquinona

         A hidroquinona inibe a conversão de tirosina em melanina. Cremes cosméticos contendo este princípio ativo até a 2% são liberados para uso e moderadamente efetivos para tratamento de hiperpigmentação. Para tratamento do melasma, são necessário medicações formuladas em concentrações a 4 - 5% que devem ser aplicados à noite. Além do uso de despigmentantes, é fundamental a associação de fotoprotetores durante o dia, para evitar a ação da radiação ultravioleta.

         Ácido kógico.

         Acido kógico, isolado de algumas espécies de Aspergillus, Penicillium e Acetobacter está presente em muitos alimentos no Japão como a soja e o vinho japonês sakê. É utilizado em concentração a 1% como agente clareador. Quando associado ao ácido glicólico, sua eficácia é equivalente a hidroquinona a 2% para tratamento do melasma.

         Ácido azeláico

         Além de efetivo para acne, o acido azeláico é indicado para tratamento de dermatoses hiperpigmentantes. Este agente tem atividade antitirosinase diminuindo a proliferação de melanocitos. A redução de hiperpigmentação do acido azeláico é superior a hidroquinona a 2% e equivalente a 4%. A vantagem do ácido azeláico é que ele não tem ação nos melanocitos normais e fibroblastos o que faz com que seu uso não leves a ocronose e leucodermia.


Retinóides tópicos

         Retinódes são derivados sintéticos das vitamina A os quais, por si só ou através de conversão metabólica, ligam-se e ativam os receptores intranucleares de ácido retinóico, levando a respostas biológicas específicas. O ácido al-trans-retinóico (tretinoína) e o adapaleno são os principais retinóides de uso tópico. O primeiro está indicado para tratamento do acne e do envelhecimento cutâneo e o segundo é específico para tratamento do acne. Estas substâncias são consideradas medicamentos e não está autorizado seu uso em cosméticos.

         Alguns  retinóides  de  uso  sistêmico,  como a isotre-tinoína,  são  teratatogenicos. Alguns trabalhos já realizados, não  demonstraram  ação  teratogênica  destes   compostos.

 

DMAE

         O DMAE – acetoamidobenzoato é considerado um pre- cursor da colina, promovendo a formação da acetilcolina.  A acetilcolina é um neurotransmisssor relacionado ao processo de  contração  muscular.  Tem  sido  utilizado    topicamente devido  a  seu  possível  efeito  tensor e  firmador da muscu-latura flácida  de peles envelhecidas.

 
Home | Perfil | Consultorio | Fototerapia | Links
Site Map