Home Perfil Consultorio Fototerapia Links
Home
Perfil
Consultorio
Fototerapia
Links
Informativos
Fotos

Peelings químicos

         Os peelings químicos são esfoliações químicas onde um ou mais agentes promovem uma destruição controlada da epiderme e da derme com posterior reepitelização. Conforme a profundidade atingida são classificados em superficiais, médios ou profundos. Os principais agente utilizados em diversas concentrações são: ácido retinóico, ácido salicílico, solução de jessner, ácido tricloroacético, ácido glicólico, e fenol.


Preenchimento cutâneo – Ácido Hialurônico

         Os primeiros materiais a serem utilizados para o preenchimento cutâneo foram a parafina, o silicone e o colágeno bovino, determinando complicações e reações indesejáveis. Atualmente o Ácido Hialurônico tem sido considerado um tipo ideal de substância para o preenchimento cutâneo. Está presente em todos os tecidos do organismo, portanto apresenta uma compatibilidade biológica excelente. O mecanismo de ação ocorre devido sua alta afinidade de ligação com a água, atraindo líquido para o local de aplicação, formando um polímero com alta viscosidade. Esse efeito acarreta em benefício estético, preenchendo um sulco ou marca de expressão, com duração em média de 08 meses. O ácido hialurônico para preenchimento cutâneo não foi aprovado ainda pelo FDA, porém tem sido largamente utilizado na Europa, América Latina e Canadá. Foram descritas complicações do tipo hipersensibilidade e oclusão arterial pelo produto.

 

Toxina Botulínica

         A toxina botulínica é uma neurotoxina produzida por uma bactéria anaeróbica (Clostridium botulinum). Seu uso em humanos foi inicialmente para correção de estrabismo. Atualmente está sendo muito utilizada em distúrbios onde ocorre contração muscular excessiva ou inadequada. Na dermatologia sua maior indicação é para o tratamento de rugas dinâmicas faciais. A toxina botulínica bloqueia a liberação de neurotransmissores, levando à fraqueza ou paralisia da musculatura correspondente ao local de aplicação. Esse efeito tem a duração média de 04 a 06 meses. Na literatura existe referência sobre a possibilidade do uso da toxina botulínica inibindo a atividade do miométrio em cirurgias fetais.

 
Home | Perfil | Consultorio | Fototerapia | Links
Site Map