Home Perfil Consultorio Fototerapia Links
Home
Perfil
Consultorio
Fototerapia
Links
Informativos
Fotos

FOTOPROTEÇÃO.

As civilizações antigas davam ao sol, uma conotação de divindade, além de sua importância como fonte luminosa.

Embora, a luz solar seja indispensável para a vida humana, não se pode ignorar os efeitos agudos e crônicos da radiação solar. Como já dito, estes efeitos se manifestam  principalmente como queimadura, reações de fotossensibilidade, câncer de pele (carcinomas basocelular e espinocelular,  melanoma), fotoenvelhecimento cutâneo e alterações no sistema imune.

Nos últimos anos, com vários estudos demonstrando as alterações da pele causadas pelo sol,  reconheceu-se a necessidade da proteção da pele contra os raios solares.

Existem dois tipos de proteção solar: a proteção natural e a artificial.

A proteção natural da pele, é feita através da:

a) Melanina : pigmento produzido pelos melanocitos que estão localizados na camada basal da epiderme. São células dendríticas, que contêm em seu interior, estruturas denominadas melanossomas, aonde é sintetizada a melanina .A melanina, produzida pelos melanocitos, é a responsável pela cor da pele determinada geneticamente e pela cor que o indivíduo adquire após exposição solar.

b) Extrato córneo: contém proteínas que absorvem radiação UV. As células compactadas da camada córnea não só absorvem, como também refletem e dispersam as radiações.

c) Ácido urocânico: tem sido relacionado como fotoprotetor endógeno na epiderme, sendo um constituinte normal do todos os tipos de pele. A epiderme humana contém o enzima urocanase que degrada o ácido urocânico e, a histidina-diaminase que é responsável pela sua síntese. Acredita-se que o ácido urocânico se acumula na pele por semanas após exposição  à radiação UV, devido ao aumento da atividade da histidina-diaminase.

A proteção artificial se faz:

a) Utilização de roupas que ajudam a refletir os raios de sol, chapéus, guarda-sóis, sombrinhas. Roupas coloridas diminuem a penetração de radiação UV. Roupas escuras, principalmente pretas, seriam excelentes mas, absorvem luz e radiação infravermelho, sendo assim desconfortáveis. Materiais sintéticos são mais protetores para radiação UV do que tecidos de algodão. Roupas úmidas, molhadas pelo suor, permitem maior penetração de radiação UV.

b) Uso de fotoprotetores.

Fotoprotetores são substâncias com capacidade de reduzir os danos da radiação solar na pele, por meio de sua habilidade em absorver, refletir e dispersar a radiação ultravioleta e a luz visível.

         Tem-se dois tipos de fotoprotetor tópico: fotoprotetor físico e o fotoprotetor químico.

         Os fotoprotetores físicos são formulações que, refletem e dispersam as radiações ultravioleta e, impedem sua absorção. São conhecidos como bloqueadores solares e, quando aplicados com certa espessura, eles cobrem a superfície da pele, impedindo a penetração da radiação.

         Os fotoprotetores químicos são substâncias incolores que reduzem a quantidade de radiação, absorvendo os raios solares. Existem vários grupos de substâncias com ação fotoprotetora e que se diferenciam como fotoprotetor, pelo comprimento de onda que absorvem.

Fator de proteção solar.

O fator de proteção solar (FPS), é baseado na propriedade de absorção de ultravioleta pelo fotoprotetor e, corresponde à medida quantitativa da efetividade deste produto.

         Quanto mais alto o fator de proteção de um filtro, melhor é o produto utilizado para a Fotoproteção. Esta medida é variável de acordo com o tipo de pele, com a intensidade de sudorese do indivíduo, com o clima (seco, úmido), com a altitude do local aonde está sendo utilizado fotoprotetor. Além disto, são medidas obtidas em laboratório, cujas variáveis que interferem no FPS, muitas vezes não são possíveis de serem reproduzidas.

         Com o consenso geral da necessidade do uso de fotoprotetores, várias pesquisas tem sido realizadas na busca de fotoprotetores eficazes com grande capacidade de absorção das radiações UV-A e UV-B.

         O uso adequado do fotoprotetor auxilia no tratamento das fotodermatoses e na manutenção da integridade da pele, prevenindo o envelhecimento cutâneo e o desenvolvimento de câncer de pele.

Home | Perfil | Consultorio | Fototerapia | Links
Site Map